Pontos-RiscadosOs  pontos riscados  são as “ordens” escritas de cada entidade.

 

Quando o médium é irradiado e risca o ponto de uma certa entidade, ele está mobilizando todas suas  falanges  que com ela trabalha,  direcionando a energia mobilizada para o objetivo desejado, dependendo do merecimento do consulente e de sua ética.
Os pontos riscados obedecem à vibração original ou flecha.

 

Tudo começa com 1 simples ponto (1 ponto sozinho nada produz em termos de magia, mas vários pontos geram uma linha e várias linhas fazem um ponto riscado).
É importante saber que o ponto riscado não produz nenhum tipo de magia se não for impulsionado pelo pensamento. Muitos médiuns acreditam que só em riscar o ponto,as entidades vão fazer tudo por ele.

 

Curso Completo Pontos Riscados: Clique Aqui!

 

Um Ponto – O Ser Supremo, a origem.

 

Ponto-Riscado-emanja

Ponto Riscado Iemanja

Conchas do Mar – Símbolo das crianças.

 

Águas Embaixo do Ponto – Símbolo de Iemanjá (mar).

 

Pequenos Traços de água – Símbolo de Oxum.

 

Traço ou Linha Curva com Círculo nas Pontas – Símbolo de força, amarração e descarrego.

 

Rosa dos Ventos – Chamamento de força ou descarrego.

 

Palmeiras ou Coqueiros – Força dos Velhos

 

Traço com Três Semicírculos nas Pontas – Descarrego e força também.

 

Três estrelas também representam os Velhos e Almas.

 

Círculo – O Universo, a Perfeição.

 

Um Círculo com Dois Diâmetros Entre Si – O Plano Divino, o Quaternário Espiritual.

 

Círculos Menores e Semicírculos – A fases da lua (símbolo de Iemanjá), forças de luz, inclui Iansã.

 

Círculo com Estrias Externas – O sol (símbolo de Oxalá).

 

Espiral – Para fora indica chamamento de força, retirando demanda.

 

Seta Reta ou Curva e Bodoque – Irradiação de Oxossi (caboclo).

 

Uma Linha Reta – O Mundo Material.

 

Duas Linhas Retas – O Princípio. o Masculino e o Feminino.

 

Uma Linha Curva – A Polaridade.

 

Dois Traços Curvos – As duas polaridades – positiva e negativa.

Um Triângulo de Lados Iguais
– A Força Divina – Pai, Filho e Espírito Santo – Santíssima Trindade.

 

Dois Triângulos (Hexagrama) – Estrela de seis pontas – todas as Forças do Espaço.

 

Um Quadrado – O os 4 elementos (Água, Terra, Fogo e Ar).

 

Um Pentagrama – A Estrela de Davi e o Signo de Salomão. A Linha do Oriente, Oxalá, a Luz de Deus.

 

Balança, Machado ou Nuvem – Símbolos de Xangô e do Oriente.

 

Raio (condições atmosféricas) – Símbolo de Iansã.

 

Bandeira Branca com Cruz Grega Vermelha – Símbolo de Ogum.

 

Flôr ou Coração – Símbolos de Oxum.

 

Coração com uma Cruz no Interior – Símbolo de Nanã.

 

Traços Pequenos na Vertical (chuva) – Símbolo de Nanã.

 

Folhas ou Plantas – Símbolos de Ossanha.

 

Tridentes – Símbolos para Exu e Pomba-gira; garfos curvos para a Calunga e retos para a Rua. (Pode haver ou não caveira)

 

Cruz Latina Branca – Cruz de Oxalá.

 

Cruz Grega Negra – Com pedestal, símbolo de Omulu.

 

Arco-íris – Símbolo de Oxumaré.

 

Estrela Branca (Oriente) – Luz dos espíritos.

 

Estrela Guia (com cauda) – Símbolo da capacidade de acompanhamento (Oriente).

 

Um Oito Deitado (Lemniscata) – Símbolo do Infinito.

 

Cordão com Nó ou um Pano – Símbolo das crianças.

 

Gostou desse artigo? Então comente abaixo!!!